história

Foi nas Salinas do Grelha onde tudo começou há quatro gerações. Neste local existe um antigo Moinho de Maré do séc. XVIII, tendo este sido explorado para moagem de farinha pela família ao longo de gerações.
 

O moinho é a imagem mais representativa da propriedade e apresenta-se em razoável estado de conservação, embora inativo há mais de 40 anos.

 

Nos anos 20 do séc. XX ocorre a transição da atividade de moagem para a atividade atual, a produção de sal marinho. A moagem da farinha deixa de ser rentável, como resultado da mecanização. As bacias de armazenamento de água para o moinho de maré transformam-se em salinas.