Salinas do Grelha, Olhão, Algarve

sal marinho tradicional

O Sal Marinho Tradicional é produzido todos os anos entre Maio e Setembro em pequenos talhos, resultantes de uma tradição centenária como também são os métodos e ferramentas utilizadas para a sua produção.

 

Os factores principais no processo inteiramente natural são o sol e o vento, que durante o verão vão provocar a precipitação gradual dos cristais de sal no fundo do talho, sendo somente retirados aproximadamente ao fim de um mês de acumulação. Após a redoria (colheita manual do sal com utilização de rodos de madeira) o sal é deixado a secar em cima das “barachas” (caminhos que dividem os cristalizadores) aproximadamente uma semana. Somente após esta última fase pode ser retirado totalmente da salina.

 

Este sal não sofre qualquer tipo de tratamento, está já pronto a ser consumido e assim revelar as  suas particularidades organolépticas. Os cristais de sal marinho tradicional têm como características a sua pureza, sua cor branca e brilhante e uma granulometria média ou pequena. É um óptimo ingrediente para cozinhar.